por que todas as minhas orquídeas morrem?
se em tantas mesas de consultórios
elas florescem desapercebidas num canto da mesa
e em árvores das ruas das cidades aos olhares apressados
elas crescem
nos balcões dos bares ofuscadas pelos copos de bebidas
elas vingam

por que as minhas orquídeas perdem as pétalas
na primeira florada?
eu que observo os sinais, ofereço luz, água, espaço, silêncio...
eu que adivinhei as lições pesadas da vida
tirando leite de pedras, quebrando muros de concreto
eu que já tenho solas para pisar descalça os percalços

em minhas mãos atentas, as orquídeas se perdem.

só as flores rudes e teimosas sobrevivem em meus canteiros excessivamente férteis