A gente podia agora ser feliz ao invés de pensar na merda toda que pode vir

A gente podia ser feliz agora que o instante existe.

A gente podia ver que está nublado lá fora e deixar em paz a densidade das nuvens, parar de desejar o sol.

A gente também podia ensolarar nossos mundos, hoje que faz verão, sem nos preocupar com a suspeita dos invernos virando a esquina.

A gente podia andar desprevenido, correndo mais riscos, sentindo os sopros da vida.

A gente podia se amar sem razão.