Boneca-monstro

Bonecas adornam as vidas
Monstros assustam

Bonecas têm sempre uma saída
Monstros choram

Bonecas sabem de tudo
Monstros são cegos dos olhos

Bonecas se preocupam com o que os outros pensam
Monstros atropelam rótulos

Bonecas criam mitos encantados nas vistas
Monstros entram nos pesadelos

Bonecas mascaram as feridas
Monstros cutucam a fundo

Bonecas têm medo de perder a bonequice
Monstros se rasgam em trapos

Bonecas se adaptam
Monstros se resgatam

Bonecas postam cores, amores, sabores
Monstros postam poemas

Bonecas vivem no mundo
Monstros nas cavernas