Ele tem a calça furada

‘Ele tem a calça furada

E nos bolsos fundos um depósito de relíquias

Desses tantos anos não lavados

Daria para fazer um museu de miniaturas

Ele foi da mamadeira ao videogame

Tudo sempre na mão

Pensa que a vida é movida à controle remoto

Então se esquece da casa, da moça arrumada

De cortar as unhas dos pés

E de trocar a cueca

Mas não importa

Porque ele sabe tudo tudo tudo

Sobre Star Wars’

Eu disse isso à cigana que queria adivinhar o homem na minha mão.

É que eu já conheço esse filme de trás pra frente. O Eterno Retorno.

E Star Wars também