Tocar as palavras com a ponta dos dedos, como quem encosta na asa da borboleta para despertar voo, como quem faz ponte com o dedo indicador para a joaninha caminhar e alcançar a palma da mão. Como quem planta semente no algodão e deixa livre para que nasça um broto, se quiser. Tocar as palavras com delicadeza, sugerir caminhos para que algo floresça: Poesia.