Maria e Ana

Maria tem marido, casa e religião
Ana, uma mochila, ideias e  andanças
Maria segue a trilha, tem herança e tradição
Ana, abre trilhas, cria mundos e avança
Maria tem amantes, psiquiatras e sapatos
Ana, livros, sorrisos e matos
 
Maria é poderosa, vaidosa e completa
Ana, criativa, sonhadora e inteira
Maria tem seguros, rotinas e faz dieta
Ana tem as manhãs para ficar de bobeira
 
Maria toma pilula, vai de carro à reunião
Ana, pés descalços, tece o tempo, cria acasos
As duas têm motivos de sobra para não dar satisfação
vão seguindo o ritmo, cada qual no seu compasso
 
Maria por dentro vai ficando velha, mas por fora não
Ana, por fora parece velha, mas por dentro é uma criança
As duas têm motivos de sobra para não dar satisfação
Vão seguindo o ritmo, cada qual na sua dança
 
Maria tem dinheiro para mais de uma geração
Ana, não tem nada, só o mundo na palma da mão